A construção de um imóvel é algo que merece atenção e cuidado. Desde o aproveitamento do espaço à localização de sistemas hidráulicos, elétricos e de esgoto, é necessário planejamento para garantir um resultado final bonito, seguro e funcional. O projeto de arquitetônico de qualidade é responsável por tudo isso (e muito mais!).

Para quem vai comprar na planta ou um apartamento em construção, é importante aprender os itens que compõem esse tipo de projeto e, principalmente, como reconhecer uma obra de alto padrão.

Continue a leitura e saiba mais!

Características de um projeto de arquitetura

É fundamental fornecer recursos que ajudem possíveis compradores a visualizar seu futuro lar. Por isso, quem busca um imóvel vê no mercado dois conjuntos de informações principais nas propagandas das construtoras e imobiliárias:

  • para apartamentos prontos: fotos e vídeos mostrando a unidade à venda e as áreas comuns;
  • para os que ainda estão em construção: desenhos e projetos mostrando como será.

Quem prefere investir na planta — que costuma ser mais barata e traz a possibilidade de personalizar o espaço sem precisar de reformas — tem o projeto arquitetônico como base para compreender como as ideias para o edifício e condomínio serão colocadas em prática. É possível verificar as seguintes questões:

  • divisão interna do espaço das unidades e das áreas comuns;
  • pontos hidráulicos e elétricos que indicarão a localização de tomadas, bocais, torneiras, chuveiros, pias e bacias.

Isso possibilita resolver questões que podem afetar, no futuro, a qualidade de vida dos habitantes ou impactar negativamente o valor do imóvel (subaproveitamento da área útil, piscina construída em local com sombra excessiva etc.).

Com a tecnologia ficou muito mais fácil visualizar o produto final a partir de projetos em 3D e maquetes eletrônicas. Os clientes podem fazer um tour virtual dos ambientes finalizados e conferir sugestões para mobília e decoração.

Requisitos do projeto arquitetônico

São seis os itens que constituem o projeto arquitetônico de qualidade de um edifício. Falaremos sobre cada um deles a seguir:

Planta baixa

Visão do alto de um espaço (unidade, área de lazer) construído, a um corte de 1,5m a partir do chão. A representação indica a localização de paredes, portas, janelas, além de pontos de luz e hidráulicos básicos.

Ela é elaborada a partir de uma escala (indicada no rodapé da ilustração) que mostra a correspondência das medidas no tamanho real.

Planta humanizada

É feita a partir da planta baixa e mostra uma representação do resultado após a inclusão de acabamentos, mobília e objetos decorativos. É muito usada como ferramenta de venda pelas construtoras porque facilita a visualização do resultado (confira alguns exemplos).

Planta de localização

Um dos requisitos para que um imóvel seja de alto padrão é a sua localização (bairros ou áreas nobres, fácil acesso ao comércio etc.). A planta de localização indica o local da construção dentro de um espaço maior e o seu posicionamento — primordial para saber a incidência de luz solar, ventos predominantes e a própria vista dos apartamentos.

Fachada e elevações

A fachada e a entrada do edifício são elementos que pesam na escolha do novo lar por serem responsáveis pela primeira impressão acerca do local de moradia. Assim, as plantas da fachada e elevações mostram as principais vistas do local a partir do entorno.

Fachada em 3D

Elaborada usando as representações de fachadas como guia, é uma planta humanizada da vista externa do imóvel. A fachada em 3D mostra como será o condomínio depois de pronto, sob o ponto de vista de quem está na frente dele, e inclui detalhes importantes como revestimentos e paisagismo.

Cortes internos

Complementar à planta baixa, os cortes internos mostram os elementos que não costumam ficar claros em outras representações, a exemplo do pé-direito, variações do piso (degraus, diferença de nível) e outros elementos construtivos.

Diferenciais de um projeto arquitetônico de qualidade

O projeto é a ferramenta básica para o gerenciamento da proposta, o mapa da jornada, o passo a passo para chegar ao destino pretendido. Sem ele, fica fácil cometer erros que comprometem o resultado final, seja na parte estética, funcional ou estrutural.

Construtoras que prezam pela qualidade sabem que devem entregar ao cliente tudo aquilo que ele espera, baseado no projeto e em empreendimentos anteriores. Afinal, o melhor cartão de visitas é a experiência de mercado e índices de satisfação.

O projeto arquitetônico de qualidade é a garantia de ambas as partes, evitando desentendimentos por conta das expectativas geradas. Os principais pontos considerados são:

Design

Aspecto estético que faz muita diferença no padrão da construção, o design indica o que esperar em termos visuais, tanto nas fachadas quanto nas áreas comuns. Somado ao acabamento e à decoração, confere aspecto de luxo ao condomínio.

Paisagismo

A elaboração de projetos personalizados e únicos garante elegância e sofisticação às áreas do edifício. O jardim valoriza muito um imóvel, auxiliando tanto na questão visual quanto no bem-estar dos moradores.

Acessibilidade

Ponto importantíssimo é entender que as pessoas são diferentes e têm necessidades específicas para garantir qualidade de vida. A acessibilidade é o cuidado com as normas que permitem a quem tem mobilidade reduzida desfrutar dos espaços com o máximo de conforto.

Sustentabilidade

Aplicação de inovações sustentáveis para garantir luxo com o mínimo de impacto ao meio ambiente. Isso pode se dar com a instalação de painéis fotovoltaicos (energia solar), tomadas nas garagens para carros elétricos, bicicletário para quem usa a bicicleta como meio de transporte, entre outras ações.

Área de lazer completa

Como morar bem é sinônimo de conforto, é preciso oferecer uma estrutura completa para o lazer da família. Além da piscina, churrasqueira e área para eventos, um projeto voltado para o mercado de alto padrão tem ampla oferta de espaços voltados à recreação, bem-estar e convivência.

Sauna, quadras esportivas, salão de jogos, parquinho e espaço kids são alguns exemplos de ambientes ofertados nesses empreendimentos. O ideal é procurar um espaço que atenda às exigências e aos desejos de todos os membros da família sem abrir mão do que é essencial, como a segurança.

A vida em um apartamento de alto padrão, com um projeto arquitetônico de qualidade e execução cuidadosa, pode ser tudo aquilo que você imagina: garantia de diferenciais para curtir cada segundo e deixar as preocupações bem longe.

Agora que você já sabe como reconhecer um empreendimento de alto padrão, que tal começar a pensar em montar os ambientes do futuro lar? Confira as principais tendências de decoração neste artigo!