Após a compra do imóvel, é chegada a melhor hora: a de mobiliar o apartamento novo. Afinal, nada como deixar o lar com a nossa cara, não é mesmo?

Para tornar esse momento ainda mais prazeroso, preparamos este guia com 11 dicas infalíveis de mobília e decoração de ambientes. Assim, vai ser moleza acertar nas compras e caprichar no décor de cada cantinho da casa. Acompanhe a leitura e inspire-se com as nossas dicas!

1. O que considerar antes de começar a mobiliar o apartamento?

Precisa reformar? Quais são as suas principais referências? E o seu estilo de decoração? São basicamente essas as perguntas que você precisa responder para mobiliar o apartamento com beleza, conforto e funcionalidade.

Necessidade de reformas

Se o imóvel ainda não está totalmente do seu gosto, comece reformando o que for necessário antes de mobiliar e decorar. Precisa quebrar paredes, mexer nos revestimentos ou fazer instalações elétricas e hidráulicas? Saiba que isso pode demandar um pouco mais de tempo.

Portanto, concentre-se na reforma pesada e conte com a ajuda de profissionais especializados para realizá-las. Assim, certamente a obra terá bons resultados.

Se a reforma inclui apenas pequenos reparos, como renovar a pintura de algum cômodo específico ou instalar armários sob medida, é possível reformar e decorar ao mesmo tempo. Basta um pouquinho de planejamento e organização.

Inspirações e referências

Quando falamos em decoração, inevitavelmente a primeira dúvida é sobre por onde começar. Não tenha pressa. Nada de sair por aí comprando móveis e objetos de décor por impulso e sem o menor critério, hein?

A dica de ouro, nesse caso, é ir às compras somente depois de planejar a mobília de cada canto da casa. De quantos sofás você vai precisar? De quantos armários? Serão convencionais ou planejados? É primordial pensar nessas e nas demais questões que envolvem todo o mobiliário da casa.

Para ajudar com as respostas, pesquise sugestões em sites e blogs especializados, redes sociais, aplicativosetc. Enfim, use todas as mídias a seu favor para buscar referências e inspirações até encontrar as tendências que mais têm a ver com a sua personalidade e estilo. Assim, não terá erro!

Estilo de decoração

Geralmente queremos trazer o nosso próprio estilo também para a decoração do apartamento, concorda? Se esse for o seu caso, não é difícil acertar em cheio nas escolhas.

Basta pensar no estilo de decoração que mais dialoga com a sua personalidade: clássico, moderno, arrojado, rústico, minimalista, entre tantos outros. Pense também na paleta de cores, padrões e texturas do resultado final.

Entretanto, saiba que o estilo de décor escolhido para a casa não precisa necessariamente refletir a sua personalidade em tudo. Pode ser que você queira compor uma sala moderna e uma cozinha rústica, concorda?

Isso não está errado. Desde que você pondere na escolha dos móveis e demais elementos de cada cômodo, sem exageros ou excesso de informação. Dessa maneira, os diferentes estilos de décor vão dialogar entre si de uma forma mais sutil, porém sem comprometer o charme e o aconchego da composição.

Reaproveitamento de móveis

Sobraram móveis da casa antiga? Ganhou algo de presente? Considere essas possibilidades antes de dar o start na decoração.

Até porque o reaproveitamento de móveis é econômico e está em alta no mercado imobiliário, seja pela questão da sustentabilidade, seja para dar mais originalidade ao seu décor. Afinal, quando você restaura um móvel velho ou que iria para o lixo, ele ganha uma cara nova e exclusiva que só o seu lar vai ter!

2. Aprenda a decorar uma sala moderna

Cores neutras, linhas retas, aproveitamento do espaço e luminosidade adequada. Esse pode ser considerado o verdadeiro combo da decoração moderna!

Móveis

Se a intenção é refletir um décor moderno e contemporâneo, privilegie os móveis de linhas retas e pouco volume.

Sofás de canto são ótimos para aproveitar melhor o espaço. Racks comportam bem os sistemas de som e painel de TV, enquanto as poltronas trazem mais conforto e requinte para o ambiente, valorizando ainda mais os interiores da sua sala de estar.

Objetos decorativos

Os demais elementos do décor servem para dar aquele toque final de personalidade. Mas atenção: para um living moderno e funcional, dispense o excesso de objetos decorativos.

Escolha apenas itens imprescindíveis na decoração, como aquela foto de família de que você tanto gosta, arranjos com suas flores favoritas e obras de arte dos seus artistas prediletos.

Quanto às cortinas e tapetes, prefira os modelos em tons neutros — como branco, bege e cinza — e em tecidos leves e sem estampas, que também favorecem a amplitude e suavidade do ambiente. Para dar uma pitada de cor, aposte em almofadas e mantas em tons vibrantes.

Cores

Como vimos, a pegada de um décor moderno dialoga bem com uma composição mais clean e minimalista. Por isso, as cores neutras tendem a ser mais valorizadas nesses projetos. Isso não significa que todos os móveis precisem ser brancos, pretos, cinza ou amarronzados.

Você pode optar por uma mesinha de centro ou de canto supercolorida e de design arrojado para espantar de vez o risco de tornar o ambiente monótono. Que tal?

Iluminação

Um bom projeto de iluminação é o segredo para tornar os espaços sensorialmente maiores e mais leves. Mas, para garantir esse efeito, é preciso considerar a arquitetura do ambiente, escolhendo lustres e luminárias compatíveis com o tamanho do cômodo.

Por exemplo: se a sua sala é menor e o pé-direito não é tão alto, o ideal é escolher um lustre mais discreto ou até mesmo embutido. Para livings integrados e com pé-direito duplo, os lustres grandes certamente vão valorizar o décor.

Quanto às lâmpadas, lembre-se de que salas de estar e de TV pedem lâmpadas quentes, pois esses são locais de descanso e relaxamento, onde o conforto e o aconchego devem prevalecer.

3. Planeje a sua sala de jantar

Por se tratar de uma área de convívio social, o ideal é investir em móveis e composições que priorizem o conforto e o aconchego à mesa.

Tamanho da mesa

A escolha da mesa precisa ser muito bem-feita nesses casos, já que esse é o móvel principal da sala de jantar. Por isso, o melhor a fazer é não se arriscar. Reflita sobre as funcionalidades que você deseja para esse espaço, quantas pessoas pretende receber e o que fazer para deixar o cômodo confortável para todos.

Uma mesa de seis lugares atende bem na maioria dos casos. Se você possui uma varanda ou cozinha gourmet integradas — com bancadas e mais assentos disponíveis —, poderá apostar em uma mesa menor, de quatro lugares.

O mais importante, na verdade, é possuir as dimensões exatas do espaço antes de comprar a mesa. Esse é o jeito mais eficaz de garantir que o tamanho do móvel — seja ele com quatro, seis ou oito cadeiras — será proporcional ao ambiente, sem comprometer a circulação.

Quanto aos materiais, mesas de vidro ou de madeira nunca saem de moda. Ambos os modelos são práticos e versáteis, harmonizando bem com diversos estilos de decoração.

Nuances de cor

Assim como o living e a sala de TV, as salas de jantar são espaços de convivência e, por isso, devem ser ornamentados como tal. Portanto, não exagere nas cores e nas texturas, de modo que a estética do cômodo agrade visualmente a todos.

Se você optar por uma parede texturizada ou por um papel de parede estampado, por exemplo, limite essa ideia a uma única parede do cômodo, para não pesar o ambiente. Outra sugestão interessante é mesclar tons neutros em nuances claras e escuras — como o preto e o branco — trazendo um clima mais intimista para a sua sala de jantar.

4. Capriche na decoração da cozinha

Quando o assunto é cozinha, a primeira coisa a fazer é pensar no perfil de quem vai utilizar o cômodo.

Gosta de cozinhar? De receber os amigos enquanto prepara o jantar? Prefere uma cozinha americana? Considera importante possuir móveis planejados?

Reflita sobre essas questões, pois todas elas influenciam na escolha do décor do ambiente.

Cozinha americana

Foi-se o tempo em que a cozinha deveria ser um cômodo isolado da casa. Agora, a tendência para cozinhasé justamente o contrário: abrir o ambiente, transformando o espaço em uma área social que combina boa gastronomia e bons papos.

Optar por uma cozinha em estilo gourmet ou americano facilita também na composição do décor — que seguirá o mesmo conceito da área conjugada — e no aproveitamento do espaço.

Ao integrar a cozinha à sala de estar, por exemplo, não haverá necessidade de muitos móveis ou objetos decorativos, pois o estilo predominante na conjugação já vai sobressair por si só. Além disso, tanto quem está no sofá quanto quem está nas bancadas da cozinha poderão interagir perfeitamente entre os cômodos.

Armários planejados

Investir em móveis planejados é uma boa solução até mesmo para as cozinhas mais simples. Feitos sob medida, esse tipo de mobiliário é perfeito para aliar praticidade, estilo e beleza para a sua cozinha.

Prefira os modelos de cor neutra, deixando os tons vibrantes para eletrodomésticos ou objetos decorativos.

5. Crie um oásis na varanda

Jamais subestime o poder de uma varanda! Existem várias maneiras de fazer com que esse cômodo da casa também se torne um espaço funcional e confortável.

Varandas gourmet, por exemplo, já são tendência no mercado de arquitetura e decoração, tornando-se opções perfeitas para reunir os amigos no happy hour em casa.

Outras ideias criativas para aproveitar o espaço é fazer um refrescante jardim vertical, um cantinho relaxante para leitura ou mesmo uma horta doméstica, criando um verdadeiro oásis na sua varanda.

Falando em hortas, você sabia que algumas construtoras, como a Construtora Planeta, possuem projetos com horta e pomar comunitário? É uma ideia sensacional!

Quanto ao design das varandas, aposte na combinação de móveis de madeira com outros materiais de origem natural, como pedras ou fibras. Essa sugestão é ótima para trazer ainda mais charme, aconchego e naturalidade para o ambiente.

Apenas lembre-se de que, por se tratar de uma área mais exposta ao clima e à umidade, o mobiliário amadeirado precisa receber tratamento impermeabilizante para manter-se conservado e brilhante por muito mais tempo.

6. Não esqueça dos corredores

Os corredores também devem ser valorizados. O fato de esses locais serem cômodos de passagem não significa que não precisam ser mobiliados. Pelo contrário: como passamos pouco tempo no corredor, podemos apostar em um décor mais ousado no cômodo sem correr o risco de cansar a visão.

Sabe aquela obra de arte chamativa e arrojada? Ou aquele vaso artesanal cheio de detalhes? Ou mesmo aquele espelho de moldura peculiar? Posicione algum desses itens no vão do corredor e garanta aquele up no ambiente!

Aparadores e cabideiros, além de muito funcionais, também podem ser bons aliados na decoração de corredores. Mas tome cuidado para que não sejam largos ou grandes demais, o que pode comprometer a área de circulação.

7. Monte um escritório incrível

Escritórios ou home offices permitem maior liberdade na hora de mobiliar o apartamento justamente porque o décor desse cômodo depende mais da personalidade de quem vai utilizá-lo do que de sua funcionalidade em si.

Quem trabalha em casa, por exemplo, talvez prefira investir em móveis mais clássicos e ergonômicos para tornar o escritório mais produtivo. Entretanto, quem utiliza o cômodo apenas para compor uma biblioteca ou sala de estudos poderá ousar um pouco mais nas cores e no design dos móveis.

Para ambos os casos, o ideal é manter as paredes neutras e priorizar os móveis confortáveis, independentemente do design da peça. Quem gosta de cor, aí vai a dica: conforme a psicologia das cores, os tons de amarelo ou laranja são capazes de estimular a criatividade e a concentração. Tudo a ver com os home offices, não é mesmo?

8. Aposte no aconchego do quarto do casal

Aconchego, conforto e relaxamento devem ser as palavras-chave no momento de decorar o quarto do casal. Afinal, estamos falando de um ambiente propício para descansar e recarregar as energias.

Móveis

Móveis em linhas retas e cores neutras trazem um ar moderno e sofisticado para o décor do quarto. Já os amadeirados e curvilíneos garantem um clima retrô com uma dose extra de acolhimento.

Pense na personalidade do casal e tente dialogar os estilos, tomando cuidado para não pecar pelo excesso de informação ou mistura de tendências muito discrepantes entre si.

Por exemplo: se ela prefere um décor mais romântico, reserve um cantinho para esse estilo, como uma penteadeira ou uma poltrona de leitura. Se ele prefere algo mais arrojado, reserve um espaço no lado contrário do cômodo para compor essa atmosfera.

Cores

Muita gente concorda que os quartos são os cômodos mais importantes da casa. Por isso, para não errar de jeito algum, tenha atenção redobrada com as paredes. Via de regra, os dormitórios pedem cores mais suaves e neutras, que fazem o corpo sentir que é hora de descansar.

Tons escuros têm tudo a ver com estilos mais arrojados. Por outro lado, é preciso ter cuidado para não comprometer a sensação de relaxamento ou mesmo diminuir sensorialmente o tamanho do cômodo.

Se optar por cores escuras, utilize-as em uma única parede, de preferência atrás da cama. Assim, você protege os seus olhos do cansaço visual.

Lâmpadas

Recomenda-se utilizar lâmpadas quentes tanto na iluminação central quanto nas luminárias de cabeceira, pois isso ajuda a criar uma atmosfera propícia para o descanso.

Contudo, se você possui um espaço para home office dentro do quarto, considere embutir algumas lâmpadas frias sobre a bancada do computador, pois contribuem para a melhor visibilidade e concentração.

9. Planeje uma decoração educativa para o quarto infantil

quarto das crianças precisa de uma decoração que seja ao mesmo tempo prática, lúdica e educativa. É necessário que os quartos infantis reflitam o mundo da criança, com seus brinquedos e personagens favoritos compondo um espaço onde elas possam se encontrar nas brincadeiras e aprendizagens.

Também é essencial dedicar um cantinho para os livros, papéis e lápis de colorir, de modo que tudo fique sempre à mão dos pequenos para estimulá-los a desenvolver a criatividade.

A disposição dos móveis e a quantidade de objetos decorativos devem ser pensadas cuidadosamente, de modo a facilitar na hora da limpeza e arrumação do cômodo, evitando o acúmulo de poeira que pode desencadear alergias.

Outra sugestão é apostar na decoração montessoriana, verdadeira tendência para quartos infantis. O intuito do quarto montessoriano é oferecer um lugar com objetos e móveis de design característico na altura dos olhos da criança, contribuindo para o desenvolvimento seguro de sua liberdade e autonomia.

10. Não descuide dos banheiros e lavabos

É comum a gente se esquecer dos banheiros só porque geralmente eles são os menores cômodos da casa, não é mesmo? Por outro lado, o banheiro é também um dos lugares mais utilizados da residência. Por isso, nada de subestimá-los, ok?

Quando se trata de mobiliar banheiros e lavabos, três aspectos devem ser priorizados:

Organização

Prefira móveis planejados. Como esse é um cômodo tendencialmente menor, você conseguirá aproveitar ao máximo o espaço se optar por marcenaria planejada. Isso sem falar no requinte e sofisticação desse tipo de móvel, que permite que você organize tudo com praticidade e beleza.

Praticidade

Iluminação adequada, cabideiros na porta, armários para guardar cosméticos e estoque de materiais, cesto de roupas sujas… Todos esses itens são indispensáveis na composição de um banheiro organizado e funcional. Assim, você evita aquela bagunça típica em cima da bancada, além de facilitar bastante o momento da faxina.

Conforto

Conforto e segurança andam lado a lado quando falamos em banheiros. Como são áreas constantemente úmidas, opte por pisos e tapetes antiderrapantes, principalmente dentro do box.

Para valorizar o décor, capriche na escolha dos azulejos e experimente trazer algumas plantas compatíveis com o cômodo.

11. Sim, você pode criar um espaço para o seu pet

Pronto! Agora o apartamento já está todo mobiliado e decorado com muito requinte, beleza e praticidade, certo? Errado. Falta ainda escolher o espaço do pet! Afinal, quem não abre mão de ter um animal de estimação no apartamento já sabe que precisará reservar um canto específico para o bichinho.

Os pets precisam de um lugar só deles para dormir, brincar e fazer as necessidades. Em apartamentos menores, é comum que o local escolhido seja a varanda ou a lavanderia. Nesses casos, redobre a atenção nos dias mais frios, pois poderá ser necessário um cobertor para o pet.

Os cachorros costumam se adaptar bem a qualquer tipo de casinha, desde que tenham tamanho adequado para eles. Para os gatos, considere investir em móveis específicos, como torres suspensas. Os felinos vão amar!

Seja na área externa ou interna, o importante mesmo é garantir que a casinha do pet seja posicionada em um local de pouco barulho e menos fluxo de pessoas, evitando que o bichinho fique inquieto ou estressado.

Ensine-os desde filhotes a fazer as necessidades no local exato: caixas de areia para os gatos e jornais ou tapetes higiênicos para os cães. Assim, você facilita a limpeza e também garante o bem-estar dos pets, além de evitar odores ruins pela casa.

Cuide bem da alimentação do pet para evitar problemas de saúde, como obesidade ou diabetes. Nos dias mais quentes, distribua potinhos extras de água pelos locais onde ele costuma ficar na casa. Além disso, deixe os brinquedos preferidos dele sempre por perto, principalmente se você não puder passear com o animal todos os dias.

Agora, sim! Depois de acompanhar as nossas dicas infalíveis de decoração conforme cada cômodo da casa, mobiliar o apartamento novo vai ser uma verdadeira terapia.

Com esta leitura, você também compreendeu que conhecer o seu estilo e entender as funcionalidades dos cômodos é o melhor caminho para não errar na composição.

Além disso, tendo a exata noção da atmosfera que você quer trazer para dentro da sua casa, acertar na mobília e no décor será um percurso natural, sem estresse e sem rombos no orçamento. Pode apostar e marcar a data do open house!

Gostou do conteúdo? Então, siga o nosso Facebook e Instagram! Lá você encontrará as melhores ofertas do mercado imobiliário e garantirá o seu imóvel pronto para morar!

Conheça o novo lançamento da Construtora Planeta: o condomínio horizontal Bellagio Residence!