Trabalhar na capital e morar em outra cidade para obter qualidade de vida não é novidade para muitas pessoas. Afinal de contas, os benefícios ultrapassam a quantidade de obstáculos dessa decisão.

Por exemplo: quem vive nos grandes centros urbanos passa boa parte dos seus anos preso no trânsito. E para você ter uma ideia, os paulistanos “vivem” um mês e meio no trânsito ao ano — para citar apenas um caso.

Só que a distância e o tempo de viagem também não podem ser os vilões de quem optou por viver em outra cidade, em busca de uma mudança qualitativa na sua vida.

Para que você consiga melhorar a rotina, neste post vamos mostrar como trabalhar nas metrópoles sem carregar na sua bagagem todo o estresse dessas cidades. Boa leitura!

Aprenda a trabalhar na capital sem estresse

A vida em cidades interioranas tende a ter um custo reduzido, se comparado aos grandes centros urbanos. Sem falar na tranquilidade que impera nesses locais, com menos tráfego e congestionamentos e um tempo menor para os trajetos diários.

Como resultado, a qualidade de vida é constantemente mencionada como um dos diferenciais de quem vive ao redor das megalópoles. Só que, mesmo assim, há quem empreenda a sua carreira profissional nos grandes centros. E, nesse ponto, entra um planejamento logístico que pode colocar em xeque todos os benefícios de se viver no interior.

Por exemplo: quem faz o percurso de carro todos os dias tende a obter uma média diária, dentro do veículo, similar ou ainda mais elevada do que a apontada no estudo que abordamos na abertura deste artigo.

A mudança de uma capital para cidades interioranas é envolta em vantagens, mas, sem boa dose de considerações, o estresse vai acompanhar você onde quer que esteja.

Abaixo, reunimos uma série de dicas que podem tornar o seu cotidiano menos intenso e estressante.

Avalie a melhor opção de transporte

O carro próprio costuma ser uma opção veloz e cômoda, principalmente para quem vai trabalhar na capital vivendo em outra cidade. Acontece que os custos relacionados a esse meio de transporte tendem a ser exorbitantes, com:

  • combustível;

  • pedágio;

  • manutenção do veículo.

O transporte público, por sua vez, é muito mais acessível, economicamente, mas o tempo de viagem pode se estender indefinidamente. Sem falar que, em algumas ocasiões, não existem linhas que atendam o seu trajeto cotidiano.

Há também a opção de fretados — bastante popular para quem já convive entre as metrópoles e as cidades interioranas. Afinal, é o ponto de equilíbrio das opções citadas.

Em primeiro lugar, porque eles possuem horários rigorosos e dispõem de diferentes itinerários. Uma oportunidade para flexibilizar com qualidade os seus horários, por exemplo.

Sem falar que você vai descansando, sem as preocupações com o trânsito e a atenção geral para chegar ao destino. Pode ser um período para recarregar as baterias, rever um discurso ou apresentação, ler um livro e colocar as séries e os filmes em dia, entre outras atividades.

Com isso, o tempo no trânsito se torna mais produtivo, ocorrem menos abalos no orçamento e os horários do dia a dia são cumpridos sem grandes imprevistos.

Previna-se contra as inconstâncias climáticas

Outro problema de trabalhar na capital e estar a muitos quilômetros do lar é a imprevisibilidade do clima. Às vezes, da janela da sua casa ou apartamento, você tem um horizonte azul e ensolarado, enquanto, na cidade, o cinza espesso, prenunciando pancadas violentas de chuva, é a visão da janela do escritório.

Sem falar nas diferenças de temperatura que podem fazer você suar excessivamente ou sofrer com um frio inesperado que paira sobre a metrópole.

Para evitar essas situações, procure sempre acompanhar a previsão do tempo em ambas as cidades. Não apenas isso: havendo a possibilidade, deixe algumas peças de roupas — de frio e apropriadas para os dias quentes — no ambiente de trabalho para que os imprevistos não alcancem você rapidamente ao longo do dia.

Controle os seus horários

Ao trabalhar na capital, você passa a conviver com mais tempo no trânsito — especialmente ao se aproximar do seu local de trabalho. Para não se ver em uma situação incontrolável, planeje-se para sair de casa alguns minutos antes.

Por exemplo: se há um fretado que sai mais cedo do que você já toma diariamente, opte por usá-lo e faça o teste algumas vezes. Com isso, não apenas espanta os atrasos da sua rotina, como passa a ser uma pessoa mais pontual, podendo planejar com mais tranquilidade o dia de trabalho.

Tenha sempre um “kit conforto” com você

Nessa rotina de trabalhar na capital, você é um tipo de profissional que está sempre em trânsito. Só que, em vez de enxergar nisso uma desvantagem, jogue as possibilidades em seu favor.

Por exemplo: além das dicas anteriormente citadas de carregar sempre um livro ou de assistir a filmes e séries, carregue também em sua mala uma máscara de olhos para dormir durante o trajeto (e protetores auriculares, se o barulho incomodar), um guarda-chuva, carregador de telefone e outros itens de conforto.

O ponto-chave de trabalhar na capital é: planeje-se contra todo tipo de imprevisto. Rapidamente, a sua rotina vai ficar sob controle e você só vai desfrutar disso.

Aprenda a calcular as distâncias suportáveis

Por fim, um ponto de atenção: muitas pessoas optam por sair das metrópoles em busca das vantagens de viver no interior sem, antes, dosar as distâncias suportáveis para elas.

A organização da mudança é bastante influenciada por isso. Tenha em mente com antecedência, portanto, qual seria a média diária de quilômetros que você rodaria sem cair em uma situação incômoda nos trajetos.

Identifique as melhores oportunidades imobiliárias na sua cidade

O que falamos acima vale tanto para o fretado quanto para outro meio de transporte: dentro da própria cidade você também vai encarar algumas distâncias até chegar à rodoviária, rodovia ou o ponto de encontro do fretado.

Para tanto, procure saber quais são esses locais e quais bairros melhor atendem às suas necessidades e objetivos. Isso pode parecer um simples detalhe, mas são minutos que fazem toda a diferença no dia a dia.

Em Sorocaba, por exemplo, existem regiões acessíveis dentro desse panorama de quem usa o fretado para trabalhar na capital. São excelentes opções de empreendimentos imobiliários próximos à avenida São Paulo e o Jardim Moncayo.

Agora que você já sabe o que ponderar antes de realizar a sua mudança para trabalhar na capital, mas vivendo em outra cidade, que tal se encantar com os 6 benefícios de morar longe dos centros urbanos?