O recebimento de um imóvel novo proporciona sensações muito especiais, até mesmo na hora de fazer a vistoria de apartamento. Nessa etapa, está se consolidando toda aquela expectativa iniciada na pesquisa para escolher a propriedade, que foi exaltada no fechamento do negócio e que se estendeu durante todo o andamento da obra. Portanto, é natural e até desejável que essa ocasião seja tomada por um misto de sentimentos.

Contudo, de modo algum o fator emocional deve interferir na razão, fazendo com que a vistoria do apartamento novo seja realizada às pressas e de maneira imprópria. Pelo contrário, afinal, esse é um procedimento crucial para garantir o recebimento do imóvel pronto para morar. Por isso, a inspeção deve ser muito rigorosa.

Para orientar a vistoria de apartamento, nós preparamos este artigo que ajudará você na conferência da checklist de inspeção da residência durante a entrega pela construtora. Confira!

Entenda a importância da vistoria de apartamento

Tem muita gente que sente até calafrios só de ouvir falar em vistoria de apartamento. Até porque não são raras as histórias de pessoas que pensavam estar se mudando para o apê dos sonhos e, só depois, perceberam que na verdade estavam vivendo um pesadelo.

Sabe aquelas horas em que começam a surgir problemas de todos os lados e você não sabe nem por onde começar a resolvê-los? Vazamentos, infiltrações, rachaduras etc. A função da vistoria é justamente prevenir esses eventuais desgastes, por isso ela é tão importante.

Uma vistoria de apartamento bem-feita vai garantir que todas as instalações do imóvel novo estão em perfeitas condições de uso e funcionamento. Portanto, por mais que o impulso de se mudar logo fale mais alto, jamais subestime essa etapa. Faça a vistoria rigorosamente, analisando os mínimos detalhes. Assim, você fica livre do estresse e das dores de cabeça futuras.

Normalmente, a inspeção é feita junto à construtora, com o corretor responsável pela negociação. Mas, em alguns casos, o proprietário também poderá fazê-la sozinho. Em ambas as situações, a intenção é analisar com cuidado todas as instalações do apartamento novo. Dessa forma, se for encontrado qualquer problema, será possível corrigi-lo a tempo da mudança.

Mas você deve estar se perguntando como fazer para identificar os tais problemas no momento da vistoria, não é mesmo? Para você entender melhor como funciona o processo, é preciso saber que todo imóvel tem um memorial descritivo, documento que auxilia nessa etapa. Vamos explicar o que é o memorial e chegaremos, então, à checklist dos itens a serem vistoriados.

Saiba o que é o Memorial Descritivo

O Memorial Descritivo é muito mais do que um relatório sobre as características do imóvel. De fato, ele é um documento oficial obrigatório, que deve ter registro público em cartório e conter todas as informações inerentes a uma obra, abrangendo todos os detalhes.

Na verdade, esse documento contém informações que vão além daquelas que o comprador avaliará no momento da vistoria, incluindo normas técnicas, dados sobre movimentação de terra, drenagem, fundações, entre outras de cunho essencialmente técnico.

Contudo, lá também estão os dados referentes aos materiais de revestimento, de acabamento e pintura, de portas e janelas e, inclusive, aqueles referentes à limpeza final do imóvel.

Portanto, o Memorial Descritivo pode (e deve!) servir como um guia da vistoria de apartamento, de modo que todos os itens sejam observados com o máximo de cuidado e precisão.

Checklist para vistoria de apartamento: cômodos

Convém consultar a construtora se ela fornece uma checklist pronta, o que facilita bastante a vida do cliente após a decisão de compra do imóvel. Caso exista, confira se nela estão todas as informações que devem ser verificadas no imóvel. Se não estiverem, acrescente o que você achar necessário.

Se a checklist não for fornecida, prepare a sua própria versão desse documento. Nela, deve relacionar todos os itens que precisam ser verificados, reservando, à direita da relação de itens, duas colunas.

A primeira servirá para você marcar com “V”, significando que o item foi vistoriado e que tudo está de acordo com as especificações, ou um “X”, se algum problema for detectado. Reserve a segunda coluna para anotar observações e detalhar os problemas encontrados.

Nessa etapa, vale alertar para a necessidade de levar uma trena, para que você possa medir todos os cômodos durante a inspeção, além de câmera fotográfica para sinalizar eventuais defeitos.

Lâmpadas e baldes para demais testes nas instalações também serão úteis. Para facilitar a tarefa e poupar seu tempo, é interessante que a checklist siga a mesma ordenação da vistoria do apartamento novo, que pode ser a sugerida a seguir:

Sala

Você já reparou como a descrição de um apartamento em um anúncio acompanha a maneira que as pessoas adentram o imóvel? Nesse aspecto, a primeira área de interesse é a sala, uma vez que aquele é o primeiro cômodo com o qual a pessoa tem contato em um apartamento. Sendo assim, na vistoria também é interessante seguir o mesmo roteiro.

Portanto, comece a inspeção por esse ambiente, fazendo a medição do cômodo e verificando se o material utilizado no piso está em conformidade com as especificações e se não há irregularidades no assentamento. Observe se as paredes e o teto estão revestidos de maneira condizente com o que foi prometido no Memorial Descritivo e se não existem manchas ou fissuras.

Se houver varanda, verifique, também, se ela está em conformidade com o que foi contratado e se não há problemas de desnível inadequado no piso, que poderia causar poças, considerando-se que essas áreas estão suscetíveis às intempéries climáticas.

Observe o material das esquadrias e também das portas e janelas, que devem ser testadas. Para tanto, acione as maçanetas, trincos e dobradiças repetidas vezes, a fim de constatar se tudo está funcionando. Da mesma forma, abra e feche as janelas, verificando se o funcionamento está correto.

Não deixe de avaliar, também, o funcionamento das tomadas e pontos elétricos. Nessa verificação, tenha atenção para os aspectos que serão ressaltados no tópico específico sobre o assunto, que segue apresentado adiante.

Quartos

Repita nos quartos as mesmas verificações que você executou na sala. Se no contrato de compra e venda houver a previsão de entrega de armários, observe se os materiais utilizados estão em conformidade com o que foi contratado e também se portas, gavetas e outros itens estão funcionando perfeitamente.

Banheiros

Nos banheiros execute os mesmos procedimentos anteriores, observando se os materiais frios de piso e de paredes estão bem assentados, sem trincas ou espaços excessivos nos rejuntes. Observe detalhadamente cada peça do revestimento, conferindo se não há defeitos, manchas ou trincas.

Teste todas as torneiras e válvulas de descargas, aproveitando para averiguar se o escoamento de água pelos ralos da pia, do box de banho, do piso do banheiro e pelo vaso sanitário está ocorrendo de maneira apropriada.

Essa, por sinal, é uma análise muito importante. Afinal, é comum restos de materiais e embalagens de produtos utilizados na obra bloquearem os canos de escoamento, causando entupimentos. E você não vai querer descobrir isso só depois de realizar a mudança, não é mesmo?

Quando estiver verificando o escoamento de água do piso, aproveite para observar se não há desníveis que possam causar acúmulo de água, o que dificulta não somente o escoamento, mas, também, a limpeza do local.

Cozinha e área de serviço

Os mesmos procedimentos vistos anteriormente devem ser seguidos na vistoria da cozinha e da área de serviço. Se houver a previsão de entrega de armários ou de equipamentos, inspecione cuidadosamente cada um deles. Na cozinha, teste se o gás está chegando ao apartamento de forma adequada e sem qualquer sinal de risco na instalação.

Áreas comuns

Após a inspeção do apartamento, passe para a verificação das áreas e dos equipamentos de uso comum — áreas de lazer, hall de entrada, escadaria, elevadores etc. Considerando que a área é de uso coletivo e que inclui um espaço extenso, não é necessário que a inspeção seja tão detalhada quanto foi no apartamento.

Até porque, na maioria dos casos, os responsáveis pelo serviço de condomínio cuidam da manutenção dessas áreas. De qualquer modo, é interessante fazer uma vistoria mínima o suficiente para detectar os problemas mais evidentes e, se necessário, encaminhá-los aos responsáveis.

Não se esqueça da garagem: é preciso conferir as medidas da vaga e o tipo de acesso, garantindo que o tamanho seja compatível com o porte do seu veículo e que o espaço é funcional para as manobras. Para finalizar, é importante ressaltar que, após a vistoria, você deve apresentar imediatamente à construtora todas as suas considerações.

Normalmente, a resolução de problemas como defeitos nos acabamentos ou eventuais questões estruturais fica a cargo da construtora, e devem ser realizados o mais rapidamente possível para não comprometer a previsão de mudança do cliente. Portanto, só assine o recebimento do imóvel quando todas as instalações estiverem em condições de uso e houver satisfação total com a propriedade.

Checklist para vistoria de apartamento: instalações

Agora que você já conferiu o que deve ser vistoriado conforme cada cômodo do apartamento, vamos resumir neste tópico todas as instalações onde é preciso passar um “pente-fino” para garantir o perfeito estado do imóvel. Acompanhe!

Instalações elétricas

É fundamental testar todos os setores elétricos da residência, conferindo o funcionamento de tomadas, interruptores e pontos de luz. Lembre-se de conferir, também, o quadro elétrico. É preciso abri-lo e verificar se os disjuntores estão identificados corretamente.

Instalações hidráulicas

Para evitar vazamentos ou infiltrações futuras, reforçamos a necessidade de abrir todas as torneiras do apartamento (todas mesmo!) e deixar a água escoar por alguns minutos para ter certeza de que não há vazamento nos sifões. Acionar as descargas também é essencial para conferir se a vazão da água é satisfatória.

Portas, janelas e esquadrias

Além de testar todas as portas e janelas do apê para conferir o funcionamento, também é preciso dar uma atenção especial ao acabamento das peças. Arranhões ou sinais de ferrugem (típicos em construções litorâneas) devem ser sinalizados e corrigidos de imediato. E não se esqueça de exigir a entrega das chaves de todos os cômodos, até mesmo daquele famoso “quartinho da bagunça”.

Teto e forros

Aqui não tem segredo: é só olhar para cima e prestar atenção se existe alguma marca de umidade ou formação de manchas no forro, pois costumam ser sinais claros de vazamentos e infiltrações.

Ralos

Além de observar o caimento ideal dos ralos, é preciso conferir se eles estão limpos e se não há entupimento. Para tanto, faça o teste abrindo o chuveiro e deixando a água escoar por alguns minutos. Se o chuveiro ainda não tiver sido instalado, encha um balde com água e teste o escoamento. O importante é garantir que tudo está funcionando como previsto.

Revestimentos e pintura

Observe com muita atenção os pisos e azulejos para assegurar que não há peças danificadas, trincadas ou manchadas. O nivelamento precisa ser uniforme e a tonalidade homogênea.

No caso de um imóvel usado, se houver danos em decorrência do tempo de uso e não for possível trocar o revestimento de imediato, os defeitos devem ser ao menos sinalizados na vistoria.

Sobre a pintura, não há desculpas: todo tipo de imóvel deverá ser entregue com a pintura em dia, uniforme, bem acabada e livre de qualquer sinal de mancha, sujeira ou mofo.

Rede elétrica e de gás

De modo geral, os apartamentos novos são entregues sem dispositivos de iluminação, sem chuveiros, sem ar-condicionado ou outros equipamentos acoplados aos pontos elétricos. Isso dificulta o teste desses terminais, uma vez que é preciso utilizar equipamento apropriado na verificação.

Como esse tipo de teste inclui risco de choque elétrico, se você não tiver conhecimentos técnicos na área, solicite a uma pessoa qualificada para que faça a verificação. O mesmo cuidado vale para a verificação do gás de cozinha, mesmo que haja fogão instalado no imóvel. Além do fornecimento de gás, é necessário certificar se não há vazamentos.

Após essa checklist, você já pode realizar a mudança sem receios. Afinal, para muito além da qualidade dos acabamentos, fazer a vistoria de apartamento é fundamental para assegurar a segurança e a estabilidade da obra.

Se este conteúdo foi útil para você, assine a nossa newsletter e continue recebendo as nossas atualizações!

Fique por dentro das nossas possibilidades de morar no Campolim Sorocaba pela Construtora Planeta!

Conheça, também, o novo lançamento da Construtora Planeta: a casa em condomínio horizontal Tirreno Residences!