A cada dia mais pessoas buscam aliar conforto, qualidade de vida e sustentabilidade em suas rotinas familiares. Não é à toa que ter um apartamento sustentável começa a partir da escolha de um imóvel que adote medidas ecológicas, como os painéis fotovoltaicos, por exemplo, em sua construção.

Mas, não só isso, já que a adoção de alguns hábitos são capazes de transformar o seu lar no dia a dia e auxiliar a preservação do meio ambiente.

Por essa razão, reunimos 9 dicas para você aplicar no seu lar a partir de hoje e deixá-lo ecologicamente correto. Confira!

1. Cultive um jardim vertical ou uma horta caseira

Ter um jardim vertical, seja na varanda ou nos corredores, ou uma horta caseira no seu lar, também são excelentes formas de trazer a sustentabilidade por meio de pequenas mudanças nos espaços do seu imóvel.

Isso porque você aumenta a presença do verde na cidade — o que é fundamental para reduzir o dióxido de carbono na atmosfera — e também pode cultivar pequenas ervas para consumo próprio e que são de fácil manutenção, como alecrim, hortelã e tomilho.

Além disso, ter plantas em casa traz outros benefícios, como aumento da umidade, purificação do ar e aromatização natural dos ambientes.

2. Adote a coleta seletiva

Outra dica para tornar o seu apartamento sustentável é adotar a coleta seletiva. Isso significa, na prática, reavaliar como é a produção de lixo na sua residência e como você e a sua família fazem para eliminá-lo.

Para isso, você pode segmentar o descarte caseiro em vidro, plástico, papel, metal e restos orgânicos. Dessa forma você facilita o reaproveitamento de materiais recicláveis e diminui os dejetos que são colocados em aterros e lixões e que, pela mistura de resíduos, contribuem para o aumento do chorume e da contaminação que ele provoca no solo.

3. Utilize tintas ecológicas

Ao decidir renovar a decoração da casa, em especial o revestimento da parede, utilize apenas tintas ecológicas. A razão para isso é que elas são produzidas sem o acréscimo de derivados do petróleo, metais pesados ou componentes sintéticos, como o solvente.

Essas características resultam em um material diferenciado, que é composto com água e pigmentos de matérias-primas naturais, que garante o mesmo resultado final que a tinta comum. Contudo, ao contrário desta, não agridem o meio ambiente ao liberar compostos químicos na atmosfera e não geram incômodos ou mesmo reações alérgicas quando aplicadas nas superfícies.

4. Opte por lâmpadas LED para ter um apartamento sustentável

A iluminação do seu apartamento não impacta apenas na decoração e no conforto térmico dele, mas também no consumo de energia e no aproveitamento dos recursos ambientais.

Por isso é importante escolher lâmpadas que tenham uma maior potência de luminosidade para clarear os cômodos de forma similar, que gerem menos calor para garantir o bem-estar de todos e que tenham um baixo consumo de energia.

E entre as versões disponíveis no mercado é a LED que garante esse resultado. De quebra, elas são produzidas com materiais que são recicláveis e, por isso, são ecologicamente corretas.

5. Reforme e reaproveite móveis antigos

Além das dicas anteriores, você também pode adotar o reaproveitamento de móveis antigos na mobília do seu apartamento.

Afinal, muitas pessoas têm o hábito de descartar peças que consideram velhas ou defeituosas e isso aumenta a sua produção de lixo e, consequentemente, prejudica o meio ambiente, como já citamos.

Porém, com alguns simples reparos e métodos de reforma, como laqueamento, revestimento ou aplicação de tecido, é possível renovar esses móveis e resgatá-los no décor do seu lar, repaginados com design diferenciado, criativo e original.

6. Evite deixar aparelhos domésticos em standy by

Um detalhe trivial e fácil de adotar na rotina de casa, mas que ainda muitas pessoas não fazem, é desligar os aparelhos domésticos da tomada quando eles não estiverem sendo usados.

O grande problema de manter esse hábito é que sons, televisores, aparelhos Blu-Ray, entre outros, continuam a consumir energia quando estão no modo stand by. Isto é, por manterem os indicadores de funcionamento, cada um deles entra em estado de hibernação até que sejam novamente utilizados.

Logo, quanto mais aparelhos permanecerem nesse modo, mais isso afetará o seu bolso e impactará o consumo de energia elétrica e seus efeitos sobre o meio ambiente. Portanto, passe a desplugar os fios diariamente das tomadas.

7. Repense o seu consumo

Ter um apartamento sustentável também é possível por meio do que você adquire para o consumo familiar. Ou seja, ao ir ao supermercado e fazer compras, busque consumir produtos que tenham o selo ecofriendly.

O motivo disso é que eles têm os seus respectivos processos de produção com o mínimo possível de agressão à natureza e contam com embalagens já recicladas e/ou feitas a partir de material biodegradável, ou seja, a degradação deles é facilitada para diminuir os impactos ambientais.

A variedade de itens que você pode consumir e que se enquadram nessa categoria é bastante extensa, incluindo desde produtos de higiene até peças de vestuário, por exemplo.

8. Invista em novas tecnologias

As novas tecnologias também podem ser grandes aliadas no processo de tornar seu apartamento sustentável. Isso porque dispositivos reguladores de tempo em torneiras podem contribuir para evitar o desperdício de água em atividades corriqueiras, como lavar as mãos, lavar frutas e verduras ou higienizar talheres.

Além disso, a automação residencial pode contribuir para o controle do consumo da energia elétrica por meio de luzes que acendem e apagam por conta de sensores de movimento e gadgets que desligam diversos aparelhos eletrônicos simultaneamente com um clique na tela do smartphone.

9. Controle o desperdício de água

Por fim, mas não menos importante, evite o desperdício de água. Afinal, o consumo exacerbado pode afetar não apenas o abastecimento do seu lar, mas também de toda a cidade, ocasionando racionamentos e outras medidas para proteger esse bem natural tão importante da escassez.

Por isso, faça inspeções mensais para checar possíveis vazamentos em torneiras, duchas e aparelhos sanitários; colete a água da chuva para aguar o seu jardim ou a sua horta caseira; atente-se em fechar a torneira ao escovar os dentes; e não ultrapasse o período indicado para tomar banho, que deve ser, em média, de 5 minutos.

Gostou das nossas dicas? Então comece já a inseri-las no seu cotidiano para ter um apartamento sustentável no qual o consumo seja consciente e medidas sejam tomadas diariamente para preservar a natureza.

E se você também quer inspirar seus amigos e familiares a mudarem a relação deles com o meio ambiente, não deixe de compartilhar este post em suas redes sociais!

Conheça nossas possibilidades de morar no Portal da Colina pela Construtora Planeta!

Conheça o novo lançamento da Construtora Planeta: os condomínios horizontais Tirreno Residences!